PROS ES debate violência contra a mulher e defesa dos Direitos femininos

A mulher na transformação da consciência política do Brasil e seu papel determinante na defesa dos direitos femininos foi o centro dos debates da manhã deste domingo (22), em Cariacica, no I Encontro Estadual do PROS-Mulher.

O evento reuniu cerca de 250 pessoas entre autoridades, políticos, representantes de várias entidades e dirigentes do PROS Mulher dos municípios capixabas. A grande participação de lideranças que defendem as lutas das mulheres por direitos civis, políticos e sociais reforça o novo cenário das ações do movimento feminista nas conquistas por melhores condições e igualdade de gênero.

Na abertura do evento, o Presidente Estadual do PROS, Sandro Locutor, destacou que a presença da mulher no espaço público tem quebrado preconceitos e promovido profundas mudanças nas relações domésticas e sociais.

“No ambiente familiar, somos parceiros das mulheres e temos que atuar harmonicamente para o crescimento do nosso lar. E na política não é diferente. Como presidente estadual do PROS, faço questão de, a cada dia mais, valorizar as mulheres. É dessa forma que entendemos que elas têm uma importante contribuição para dar à política, conquistando seus direitos e livres da violência que as atingem diariamente e de formas variadas”, ressaltou o Presidente do PROS-ES.

A delegada da 4ª Delegacia Regional de Cariacica, Arminda Rosa, grande representante no combate à violência contra a mulher, participou do encontro e relatou sua experiência de seis anos trabalhando em delegacia da mulher.

“Somos 53% da população e sempre estamos ‘a quem’. Hoje percebemos esta situação e é importante assumirmos a posição de mudar esta realidade. O PROS tem um diferencial no trabalho junto às mulheres. Fiquei maravilhada com tantas mulheres que estão aqui, dispostas a fazerem a diferença”.

A presidente estadual do PROS-Mulher, Mara Tosato, destacou a importância da legitimidade partidária, para que a mulher tenha seu espaço. “O partido é um instrumento que nos concede esta legitimidade. O que o PROS quer é que as mulheres sejam percebidas e ganhem voz. Nós não queremos tomar o espaço, mas sim ganhar o nosso espaço. Não é estar em primeiro ou segundo plano, é fazer parte do mesmo plano”.

O palestrante do evento, o coach e historiador Edgar Barros, falou sobre o poder do pensamento e como ele auxilia no processo de formação política das mulheres. “Por meio do pensamento é que conseguimos obter as primeiras mudanças no nosso comportamento. As mulheres passam a ter uma melhor elucidação, ampliam sua visão sobre a política e como podem fixar o seu espaço”.

Comunicação PROS – ES        

 

 

Share This: